001

O QUE ACONTECE COM A MULHER QUANDO OS NÍVEIS DE ESTROGÊNIO ESTÃO DESEQUILIBRADOS?

Dra. Grazielle Carvalho
Dra. Grazielle Carvalho

Me chamo Grazielle Carvalho, sou médica, ginecologista e atuo na área há 12 anos, a minha maior missão nesses últimos anos é ajudar mulheres a melhorarem sua qualidade de vida e realizar o sonho de ser mãe, por isso desenvolvi um método chamado “Mulher Cheia de Vida”.

Hormônios são substâncias produzidas pelo corpo para regular o funcionamento do metabolismo. Nas mulheres, o estrogênio é essencial. É ele o responsável pelo amadurecimento do corpo feminino, com estímulo para as formas curvilíneas do corpo e o crescimento das mamas.

O estrogênio também atua no preparo da mulher para uma gestação no ciclo ovulatório, o período fértil, ajuda o coração a funcionar melhor e mantém os ossos fortes e o cérebro ativo.

Os hormônios são a orquestra do nosso corpo. O estrogênio participa da regulação da taxa metabólica basal e do metabolismo de insulina, mantendo os níveis de glicose estáveis.

Por isso, na menopausa, quando as mulheres reduzem a sua produção natural de estrogênio, elas se sentem mais cansadas, desanimadas, perdem músculo e ganham peso.

Tudo no corpo humano é baseado no equilíbrio e, tanto o excesso quanto a deficiência de estrogênio são ruins para o funcionamento do metabolismo.

Em quantidades excessivas ou quando não está contrabalanceado (no caso da predominância estrogênica), o estrogênio pode aumentar os riscos para miomas, nódulos e câncer de mama e endométrio, trombose, irritabilidade, alteração do sono, dentre outros.

Já a sua deficiência causa alteração do humor com sintomas depressivos, fogachos, ciclos menstruais irregulares, fadiga, dificuldade de concentração, insônia, ganho de peso e ossos mais fracos. Esses são alguns dos sintomas dos quais as mulheres se queixam quando entram na menopausa e são acometidas pela queda nos níveis de estrogênio.
Para contribuir com a regulação dos níveis hormonais é preciso manter um estilo de vida equilibrado com a prática regular de atividade física e uma alimentação rica em vegetais, principalmente as hortaliças básicas, a exemplo dos brócolis.

Alguns alimentos alteram o metabolismo do estrogênio e devem ser evitados para regular os sintomas de hiperestrogenismo como soja, açúcar e alimentos processados, além de frascos plásticos que contenham BPA ou Teflon. Controlar o estresse e manter a regularidade do sono também auxiliam na manutenção dos níveis hormonais adequados. Beijão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Popular

Mais recentes.

Faça parte do programa Mulher Cheia de Vida.

O programa pra você mulher que sonha engravidar, que quer se livrar da candidíase de repetição, endometriose e SOP de maneira rápida, eficaz e natural. O Programa Mulher Cheia de Vida é o caminho para a sua felicidade.
logodragraziellecarvalho

Femina is an Elementor template kit for Woman Business.

Newsletter

Join our newsletter to get the free update, insight, promotion about the entrepreneur, business, and career.

Newsletter

Join our newsletter to get the free update, insight, promotion about the entrepreneur, business, and career.

Eu quero.
Olá garota, posso te ajudar?
Olá Garota, quer se tornar uma ''Mulher Cheia de Vida''?